INPC/IBGE acumulado entre Setembro de 2018 e Agosto de 2019 ficou em 3,28%; organização e unidade garante 1% de aumento real para a Categoria Bancária: 4,31%. O reajuste da Categoria Bancária é baseado no INPC, entre 1º de setembro de 2018 e 31 de agosto de 2019, mais 1% de aumento real, conquista das Entidades Sindicais com acordo de Dois anos fechado na Campanha Nacional dos Bancários 2018). O INPC de agosto, divulgado nesta sexta-feira 6 pelo Governo, foi de 0,12% e o valor acumulado de 12 meses (setembro/2018 a agosto/2019) foi de 3,28%. O reajuste da categoria ficará em 4,31%.

COMO SERÁ PAGA PLR? A primeira parcela da PLR 2019 é composta de regra básica e parcela adicional. A regra básica corresponde a 54% do salário mais valor fixo de R$ 1.474,42 (reajustado em 4,31%), limitado ao valor individual de R$ 7.916,81 ou a 12,8% do lucro líquido do Banco apurado no 1º semestre de 2019, o que ocorrer primeiro. A parcela adicional é a divisão linear de 2,2% do lucro líquido do 1º semestre de 2019, com limite individual de R$ 2.457,36 (reajustado em 4,31%). NOVOS VALORES: Com o reajuste, os novos pisos de Caixa e Tesoureiro após a experiência sobem para R$ 3.244,55. O valor do Vale-refeição passa a ser R$ 36,69/dia e o Vale-alimentação de R$ 636,18/mês.

CONFIRA NA TABELA ABAIXO OS NOVOS VALORES PREVISTOS NAS CLÁUSULAS ECONÔMICAS DA CCT DA CATEGORIA.

IMPACTO ECONÔMICO DA CAMPANHA: Em 2018, o reajuste de 5% nos salários da Categoria Bancária representou um acréscimo anual de cerca de R$ 2,5 bilhões na economia. Só de PLR, a injeção na economia foi de cerca de R$ 7,036 bilhões em 12 meses. Os auxílios alimentação e refeição da Categoria Bancária terá um impacto adicional de R$ 384 milhões no ano. Somando o reajuste nos salários, vales e a PLR total, o impacto da Campanha Salarial dos Bancários 2018 foi de cerca de R$ 9,922 bilhões.

ROBERTO O. ORTIZ – PRESIDENTE – SEEB SBS E REGIÃO

SÃO BENTO DO SUL – SC, 09 DE SETEMBRO DE 2019

 

 

Comentários