O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou nesta quinta-feira (18) que 2,7 milhões de pessoas ainda aguardam análise do pedido para receber o auxílio emergencial de R$ 600. A análise do cadastro é feita pela Dataprev.

Desse total, 1,5 milhão são pessoas que ainda não tiveram nenhum retorno desde que fizeram o pedido. O 1,2 milhão restante se refere a pessoas que tiveram o pedido negado ou com informações pendentes e solicitaram uma nova análise, segundo o banco público.

Você pode conferir se o seu cadastro foi aprovado no site do auxílio emergencial da Caixa, no portal da Dataprev ou no aplicativo do auxílio (Android ou iOS).

Aplicativo permite pagamentos

Os depósitos serão feitos em poupança digital no aplicativo Caixa Tem (Android ou iOS), mesmo para os correntistas da Caixa.

O app permite pagar boletos, emitir um cartão de débito virtual para compras online ou usar um QR Code (código de barras digital) para pagamento em algumas maquininhas de cartão.

Contudo, para sacar em dinheiro ou transferir a segunda parcela para outra conta é necessário esperar o dia de liberação, conforme o calendário acima.

Auxílio emergencial de R$ 600

Quem tem direito?

Idade
Maior de 18 anos (exceto mães)
Ocupação
Trabalhador sem carteira assinada, autônomo, MEI (microempreendedor individual), desempregado, contribuinte individual da Previdência 
Renda
Renda por pessoa da família de até R$ 522,50 ou renda familiar de até R$ 3.135
Não ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018
Não recebe
Não tem direito quem já recebe seguro-desemprego, BPC, aposentadoria ou pensão
Qual o valor?
3 parcelas de R$ 600
Máximo de dois benefícios por família
3 parcelas de R$ 1.200
para mulheres chefes de família
Como pedir o benefício?
Como receber o dinheiro?
Na inscrição, o beneficiário escolhe entre receber o recurso em uma conta existente em qualquer banco ou a Caixa vai abrir automaticamente uma poupança social digital.
Fonte UOL, 18/06/2020

Comentários