A Comissão Executiva Bancária Nacional de Negociação – CEBNN/Contec esteve reunida nesta segunda-feira  (17/8), em videoconferência, com os representantes da Caixa Econômica Federal para debater a pauta de reivindicações dos empregados nesta Campanha Salarial.
A reunião foi coordenada por parte da CONTEC, pela diretora de Finanças da CONTEC, Rumiko Tanaka, acompanhada dos representantes das federações e sindicatos; associações de profissionais e FENAG; e, pela Caixa, foi coordenada pela gerente executiva GN/Relações Trabalhistas, Mychelly Rodrigues Braga; e, o superintendente de Relações de Trabalhistas, Edgad Rodrigues, acompanhados dos demais membros.
Nesta reunião foram debatidos temas como Igualdade de Oportunidade, Violência Contra Mulher e Cláusulas Sociais.
IGUALDADE DE OPORTUNIDADES, VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER E CLAUSULAS SOCIAIS
 
A coordenadora da comissão CONTEC apresentou informações e dados relevantes  sobre a situação atual da Violência contra a Mulher e seus diversos aspectos, cobrando da Caixa a formalização de documento que versem sobre o tema de forma a oferecer maior proteção as empregadas.  Disse que a disseminação e disponibilização de informações é fator preponderante para o conhecimento e avanço da conscientização.
A comissão Caixa apresentou dados relevantes de como vem tratando e acompanhando as questões relativas a  Igualdade de Oportunidades, diversidade e violência contra a mulher.  Disse que o banco acompanha a evolução dos temas desenvolvidas e, tem o interesse em buscar a cada dia o aperfeiçoamento nestas relações com os empregados. Lembrou que há canais informativos sobre os temas disponíveis no portal Caixa e apresentou dados sobre os PCDs e sobre as perspectivas das mulheres nos quadros de carreira da Caixa.
A Comissão dos Empregados/Contec disse reconhecer os avanços alcançados com o passar dos anos mas entende que muito ainda precisa ser feito para que haja igualdade de oportunidades, menos assédio e mais inclusão. A representação dos bancários também questionou a não inclusão dos novos PCDs no plano de saúde Caixa.
SAÚDE CAIXA
Para a CEBNN/Contec, a Caixa precisa urgentemente promover a inclusão dos novos admitidos ao plano de saúde caixa.  Só em 2019, foram aproximadamente 1800 novos contratados (PCDs), que estão sem plano de saúde.
A Comissão Caixa ficou de apresentar uma resposta.
CLAUSULAS SOCIAIS
A CEBNN/Contec solicitou a renovação das clausulas sócias do acordo coletivo 2018/2020 com o aprimoramento de algumas cláusulas.
A Comissão Caixa informou que trará respostas sobre as cláusulas na próxima reunião agendada para dia 19, quarta-feira.
INTERVALO DE ALMOÇO
Um dos pontos muito reivindicados pelos empregados com jornada de 8 horas foi do intervalo de 30 minutos para refeição, ficando a critério do empregado.  Com relação ao tema a Caixa informou que está sensível a esta questão e trará uma redação na próxima reunião.
JORNADA DOS PRESTADORES
Cobrada sobre as questões discutidos na última reunião sobre a redução da jornada dos prestadores, de 8 para 6 horas, a Caixa informou que para os casos em que já houve a renovação dos contratos não será possível neste momento voltar atrás. No entanto, a comissão CAIXA destacou que as agências já foram comunicadas e, em havendo necessidade já foi autorizado pagamento de horas extras aos prestadores.
Quanto aos contratos que ainda não foram alvo de renovação, a Caixa manterá a situação até o mês de outubro quando fará nova avaliação.
 
 
HORÁRIO DE ATENDIMENTO
Outro ponto com avanço para os empregados, após cobrança da Comissão Contec na última reunião de negociação, foi a redução no horário de atendimento, que ainda deverá ser comunicado passando a ser de 8 às 13 horas, com redução de uma hora.
Também foi solicitado que não houvesse mais abertura de agências aos sábados e feriados.
Apesar do anúncio da redução do horário, a CEBNN/Contec pediu que a Caixa voltasse o início do atendimento para as 10 horas, mantendo a redução de uma hora no atendimento ao publico, haja vista que o empregado tem entrado mais cedo no trabalho, mas continua saindo tarde, com jornada excessiva diariamente.
A Comissão dos Empregados cobrou da Caixa controle dos horários estabelecidos para atendimento ao público, visto que em muitas unidades o atendimento só termina quando acabam as filas, ocorrendo extrapolação da jornada de trabalho e atendimento.
VISTORIA VIRTUAL
Foi apresentado também pela Caixa, a pedido dos profissionais da área de engenharia, todo o material relativo a VISTORIA VIRTUAL, que a empresa vem realizando e aprimorando com a ajuda dos profissionais da área.
A ação é um pleito dos engenheiros da Caixa, considerando principalmente o momento de pandemia, onde são muitas as áreas de risco a serem visitadas; além da dificuldade de locomoção e outros pontos importantes a serem considerados para que haja o bom êxito das atividades com segurança e qualidade.
Fonte Contec, 18/08/2020

Comentários